Monday 18th December 2017,
Veterinário Fernando Ibanez

PROGRAMAS DE CONSCIENTIZAÇÃO E CASTRAÇÃO EM CURITIBA

PROGRAMAS DE CONSCIENTIZAÇÃO E CASTRAÇÃO EM CURITIBA

A imensa maioria dos animais de rua não se reproduz nas ruas. Assim, é essencial fazermos com que as pessoas, além de manterem seus animais dentro de casa, os esterilizem.

Muitos animais são procriados pela ignorância das pessoas. Quantas vezes não se ouve dizer que “cruzou para não ter doenças” ou que “saiu na rua e cruzou” ou que “cruzou para ver se nasce um igual a ele ou ela”?

Na verdade não há má intenção em nenhuma dessas ações, concorda?

finalizado-02

A cadela saiu na rua sozinha e cruzou sem estar com seu tutor porque ele queria que ela se sentisse bem dando seu passeio;

Existe um mito que circula de que cadelas e gatas têm que reproduzir pelo menos uma vez na vida para não terem doenças ou câncer;

As pessoas acreditam que seus animais do sexo masculino vão ficar afeminados se forem castrados ou que tanto machos e fêmeas ficarão menos ativos se forem esterilizados;

E às vezes as pessoas gostam tanto de seus animais de estimação que os reproduzem para perpetua-los caso nasça um igual a ele ou ela.

O que as pessoas desconhecem é que ao permitirem que seus animais saiam de casa desacompanhados eles podem sofrer várias consequências:

  • podem se envolver em brigas e se machucarem ou serem contaminados por doenças;
  • podem se perder, porque ao contrário do que se acredita, os animais não sabem exatamente o caminho de casa;
  • podem causar acidentes de transito ou serem gravemente feridos por carros.

Ao contrário do que se acredita, cruzar uma vez e criar, não interfere na ocorrência de câncer ou outras doenças; na verdade, permitir que as cadelas amadureçam até além do segundo cio aumenta em 77% as chances dela desenvolver tumores de mama (e mais de 55% dos tumores de mama são malignos) além de permitir que ela desenvolvas doenças graves do trato reprodutivo (a piometra é uma enfermidade grave do útero que pode matar) ou sejam contaminadas e desenvolvam tumores do trato reprodutivo (tumor venéreo transmissível). Como se vê, castras as cadelas e gatas pode sim tornar suas vidas livres de vários infortúnios.

Com os machos o mesmo vale. Ao disputarem fêmeas no cio podem ser atropelados, se envolverem em brigas, e também serem contaminados pelo tumor venéreo transmissível.

Machos não castrados, a exemplo dos seres humanos, também desenvolvem doenças da próstata e também podem ter sérias complicações decorrentes das alterações prostáticas e, ao contrário do que se acredita, não ficarão afeminados nem menos ativos.

Quando se decide cruzar seu animal de estimação para ter um igual a ele é preciso ressaltar que, no máximo terá a mesma cor….. A genética é traiçoeira e nada garante que o filhote, mesmo que da mesma cor, terá o mesmo comportamento e caráter desse amigão que a pessoa está tentando “copiar”. Além disso, é bem pouco provável que nasça um só cãozinho, que não necessariamente terá a mesma cor daquele original…..

Fica claro que os filhotes que nasceram daquela cadela que foi cruzada para não ter doenças não foram planejados; aqueles que nasceram e não são iguais ao que deveria ser “copiado” também não foram planejados. E o que acontece com esses animaizinhos que nasceram se serem planejados? De modo geral serão abandonados depois de desmamarem ou serão doados ou adotados por pessoas igualmente despreparadas e que provavelmente incorrerão nos mesmos erros.

Like this Article? Share it!

About The Author

Leave A Response